OUTRAS

Extração de dente - procedimento, riscos, cuidados pós-tratamento e recuperação

Escovar cuidadosamente os dentes após uma extração de dente article banner
PARTILHAR:

Extração dentária - procedimento, riscos, cuidados pós-tratamento e recuperação

Se tiver uma extração dentária agendada, poderá estar a perguntar-se sobre o que esperar. Sendo que os nossos dentes permanentes possam durar toda a nossa vida, vários fatores poderão contribuir para que a remoção de dentes seja um procedimento necessário.

Pode parecer um pouco assustador, mas remover um dente é um procedimento de rotina para o seu dentista. No que diz respeito à preparação para o seu tratamento e cuidados posteriores, vai querer seguir algumas dicas para garantir que a recuperação da sua extração dentária seja um processo de cura confortável e suave.

Razões para a extração dentária

As razões pelas quais poderá necessitar de uma extração dentária visam reparar problemas detetados por si ou pelo seu dentista, ou então para evitar o aparecimento de problemas futuros nos seus dentes. É bem possível que tenha sintomas como dores de dentes antes de estes problemas serem identificados pelo seu dentista.

Os problemas mais comuns que podem ser identificados, e que possam implicar a necessidade de remover um dente, são os seguintes:

  • Ter um dente do siso infetado. Este tipo de infeção tem mais probabilidades de ocorrer nos dentes do siso do que nos outros dentes, uma vez que esta área é difícil de alcançar e as bactérias ou restos de comida podem ficar presos nessa zona.

  • Sobrelotação - os dentes podem ser removidos como parte de um tratamento ortodôntico.

  • Um dente podre (deteriorado) que não tem reparação, uma infeção grave ou um dente fraturado.

Como se preparar para a extração dentária?

Para se preparar para um procedimento de extração dentária, o seu dentista fará normalmente uma radiografia do dente problemático.

A extração dentária é um procedimento cirúrgico que é normalmente realizado sob anestesia local. Deve também informar o seu dentista se lhe for prescrito qualquer tipo de medicação, suplementos ou outros medicamentos - e se tiver alergias a qualquer medicação.

Para evitar quaisquer complicações durante a extração dentária, deve também informar o seu dentista se tiver quaisquer condições médicas como diabetes, doença do fígado ou da tiróide, hipertensão, uma articulação artificial ou alguma deficiência imunitária.

Também vale a pena saber que lhe podem ser receitados antibióticos antes e/ou depois do procedimento cirúrgico. Os fatores que o seu médico terá em conta incluem a duração, a extensão do procedimento e o grau de infeção.

Procedimento de extração dentária

Se for remover um dente, poderá estar a perguntar-se quanto tempo demora a extração do mesmo. Uma extração de rotina pode levar apenas 20-30 minutos. No entanto, para dentes múltiplos, o processo pode demorar mais 15 minutos por dente.

Extração dentária simples

Existem dois tipos principais de procedimentos de extração dentária, o primeiro chama-se simples pois trata de dentes que são visíveis para si e que normalmente serão realizados por um dentista.

Extração dentária cirúrgica

O procedimento de remoção dentária mais complexo consiste na extração dentária cirúrgica (também chamada de cirurgia oral menor). A razão pela qual isto é mais complicado reside no facto de que, neste caso, pode ter um dente afetado que ficou parcial ou totalmente preso dentro do maxilar - ou então um dente que se encontra "fundido" (anquilosado) no osso.

Este procedimento é mais suscetível de ser realizado por um Cirurgião Oral especializado, uma vez que é necessário fazer uma incisão na gengiva e remover parte do osso.

Complicações resultantes da extração dentária

Se o seu dentista recomendar um procedimento de remoção, este dir-lhe-á para esperar sintomas como um inchaço após a extração dentária. Para além disto, existem algumas outras complicações que poderá experienciar, pelo que iremos abordar a melhor forma de lidar com as mesmas.

  • O que é a alveolite seca?

A alveolite seca é a principal complicação de que deve conhecer em caso de extração dentária. Uma vez removido um dente, o processo de cicatrização envolve a formação de coágulos de sangue, após a qual uma nova camada protetora de tecido se forma sobre a estrutura do dente. Se isto não acontecer, então irá sentir sintomas de alveolite seca, uma vez que a estrutura do dente não está protegida.

  • Sintomas da alveolite seca

Os principais sintomas da alveolite seca são dores intensa sentidas no osso por debaixo do dente removido, com uma potencial inflamação e infeção da alveolite seca podendo acompanhar este desconforto. Se já sentiu elevados níveis de sensibilidade dentária, as sensações causadas pela alveolite seca são semelhantes. Isto pode-se também propagar para além da área central, acompanhado de um mau odor característico.

  • Como evitar a alveolite seca

Há uma série de instruções que deve seguir após a sua cirurgia de extração dentária:

  • Evite tocar na área com a língua ou com os dedos, pois isto pode impedir a formação da camada protetora constituída pelo coágulo sanguíneo.

  • Um enxaguamento de água salgada pode ajudar a manter a boca limpa à medida que a ferida cicatriza.

  • Evite fumar ou beber através de uma palhinha. A sucção inerente ao uso de uma palhinha pode desalojar o coágulo de sangue, interrompendo assim o processo de cura.

Dicas para cuidados posteriores à extração dentária

Para além de se evitar a possibilidade de uma alveolite seca, existem alguns outros conselhos sobre o que fazer e o que não fazer após a extração dentária:

  • Não use elixir bucal ou faça enxaguamentos, pois isto pode causar irritação durante a sua extração dentária. Deve também evitar alimentos quentes durante pelo menos um dia após a sua operação.

  • Após um dia de cura, uma das principais dicas sobre cuidados a ter consiste em efetuar um enxaguamento com água salgada após cada refeição.

  • Por fim, enquanto a sua boca estiver a sarar, deve evitar usar uma escova de dentes elétrica pois isto pode desalojar qualquer coágulo de sangue sobre a área afetada. Poderá ser melhor utilizar uma escova de dentes para crianças, pois a sua cabeça pequena e cerdas extra macias permitem uma experiência de escovagem suave e controlada.

Origens:

https://www.webmd.com/oral-health/guide/pulling-a-tooth-tooth-extraction

https://www.healthlinkbc.ca/health-topics/tm6328

https://www.healthline.com/health/tooth-extraction-aftercare

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25909940/